Sistema de armazenamento de energia solar: como funciona?

Entenda como funciona o sistema de armazenamento de energia solar e todas as etapas envolvidas para obter a melhor solução energética!

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Data de publicação: 04/01/2024

A energia solar tem se destacado muito nos últimos anos. Isso porque as pessoas estão cada vez mais conscientes das questões ambientais e da necessidade de adotar soluções limpas. Seja para residências ou para as empresas, há uma maior preocupação com a sustentabilidade e a redução das emissões de carbono. É nesse sentido que o sistema de armazenamento de energia entra em ação. 

Esse recurso surge como solução para enfrentar os desafios encontrados quando se utiliza a intermitência da luz do sol como fonte de energia. Afinal, como é possível aproveitar esse mecanismo mesmo quando o sol não está brilhando no céu? Se essa é sua dúvida, neste artigo você poderá esclarecê-la e entender como aproveitar os benefícios dessa opção. 

Confira como é o funcionamento desse sistema, de que maneira ele transforma a energia solar em fonte ininterrupta de eletricidade e quais as diferenças entre as formas usadas. Saiba como aproveitar da melhor maneira as vantagens dessa solução energética tão promissora!   

O que é armazenamento de energia solar?

O armazenamento de energia solar é um componente fundamental para aprimorar a eficiência e a confiabilidade dos sistemas de energia fotovoltaica. Uma vez que uma das maiores limitações da energia solar é a intermitência da luz do sol, esse recurso se destaca como altamente relevante. 

Em outras palavras, ele é o mecanismo que possibilita que a energia gerada pelos painéis solares durante o dia seja capturada e armazenada para que se possa aproveitar seus benefícios no futuro. Isso pode acontecer pelo uso da energia posteriormente mesmo quando o sol não está brilhando no céu, durante a noite, em dias nublados ou nos momentos em que o consumo supera a geração. 

Essa tecnologia é uma importante maneira de lidar com as demandas em um mundo cada vez mais eletrificado, de modo a focar nas fontes renováveis. Dessa maneira, é possível aplicar várias soluções, que vão desde o uso particular até mesmo a entrega da energia à rede pública. Entender esse funcionamento é necessário para aproveitar ao máximo os benefícios da energia solar e contribuir para um futuro mais sustentável. 

Como funciona o sistema de armazenamento de energia solar?

Para compreender como o processo de armazenamento acontece, é preciso desmembrá-lo em seus principais componentes. Começando na geração da energia e indo até o controle e monitoramento, todas as etapas desempenham um papel essencial nesse sistema. 

Geração de energia solar

A primeira etapa fundamental do sistema de armazenamento de energia solar envolve o processo de geração de energia a partir da luz solar. Esse procedimento se dá por meio de painéis solares que, com suas células fotovoltaicas, realizam de forma eficaz a conversão da energia solar em eletricidade. 

Isso acontece porque os painéis solares são compostos por células fotovoltaicas que, por sua vez, são fabricadas com materiais semicondutores. Assim, quando a partícula de luz encontra os átomos presentes nesse sistema, gera o movimento dos elétrons, criando uma corrente elétrica.  

Esses equipamentos são estrategicamente instalados em telhados ou áreas expostas à luz solar, sendo projetados para capturar os raios solares e transformá-los em eletricidade. Esse é o ponto de partida para que a energia gerada possa posteriormente ser armazenada para uso contínuo. 

Carregamento das baterias

Uma parte muito importante do sistema de armazenamento de energia solar envolve o carregamento das baterias. Geralmente feitas de íons de lítio, elas desempenham um papel central nesse processo.  

Dessa maneira, quando a produção de energia solar vai além do que é necessário para o consumo imediato, o excedente é redirecionado para carregar essas baterias. Ou seja, elas atuam como “bancos de energia”, acumulando a eletricidade produzida durante os períodos de alta geração solar.  

Essa é uma fase fundamental para que a energia solar capturada seja armazenada de forma eficaz, permitindo seu uso posterior, quando necessário. Essa é a solução para quando se busca um sistema que, além de confiável, torna-se independente da rede elétrica convencional. 

Armazenamento da energia

A terceira etapa no funcionamento do sistema de armazenamento de energia solar é o armazenamento do recurso. Uma vez que a eletricidade é gerada e as baterias estão carregadas, essa energia é armazenada para ser usada posteriormente, garantindo um fornecimento ininterrupto de eletricidade.  

Esse processo se destaca por permitir que a eletricidade seja aproveitada durante a noite, em dias nublados ou sempre que a demanda exceder a geração de energia solar. Com isso, é possível aproveitar ao máximo a energia solar, tornando-a uma fonte de eletricidade sustentável e ininterrupta. 

Sistemas de controle e monitoramento

Além das etapas mencionadas, é necessário também fazer a gestão eficiente do armazenamento de energia solar, o que acontece por meio de sistemas de controle e monitoramento. Esses componentes desempenham a função de supervisionar a carga e a descarga das baterias. 

Esse mecanismo é importante para garantir que a energia seja utilizada com eficiência e segurança. Além disso, permite que os proprietários monitorem o desempenho do sistema, fazendo ajustes quando necessário. Tudo isso contribui para a otimização do funcionamento do sistema de armazenamento de energia solar, tornando-o confiável e eficaz. 

Qual é a diferença entre os sistemas on-grid e off-grid?

Agora que já compreendemos a importância do armazenamento de energia, é necessário saber que nem sempre as baterias serão empregadas, mas há outras formas de contribuir para que, de certo modo, a energia solar produzida seja aproveitada da melhor maneira. Para isso, é preciso entender que há dois tipos de sistemas: o sistema on-grid e o sistema off-grid. 

Os sistemas on-grid, como a EDP emprega, são conectados à rede elétrica convencional. Isso significa que, quando os painéis solares geram mais energia do que é consumida, o excedente é injetado na rede elétrica e, em muitos casos, o proprietário pode receber créditos ou compensações. Isso torna esses sistemas ideais para aqueles que desejam reduzir os custos de eletricidade, permanecendo conectados à rede como fonte adicional de energia. 

Por outro lado, os sistemas off-grid operam de forma independente, sem nenhuma conexão com a rede elétrica. Como vimos, eles armazenam a energia solar em baterias para uso posterior, o que os torna ideais para locais remotos ou para aquelas pessoas que desejam ser autossuficientes em termos de energia. No entanto, a capacidade de armazenamento limitada, os altos custos envolvidos e a necessidade de um planejamento de energia criterioso são desafios a serem enfrentados com esses sistemas. 

Conhecer essas diferenças é essencial para fazer a implementação de energia solar em residências e empresas. A escolha entre um sistema on-grid e um off-grid depende das necessidades individuais, da localização e dos objetivos de energia, sendo crucial avaliar as vantagens e desvantagens de cada abordagem.  

Quanto tempo dura o armazenamento de energia solar?

A duração do armazenamento de energia solar é uma preocupação fundamental ao planejar a adoção de sistema fotovoltaico. Porém, é preciso destacar que essa questão não tem uma resposta única, já que vários fatores influenciam a capacidade de armazenamento e a durabilidade da energia solar 

O tamanho do sistema, a capacidade das baterias, o padrão de consumo e as condições climáticas locais são todos elementos que precisam ser considerados. Assim, a capacidade do sistema de armazenamento de energia solar pode variar consideravelmente, mas, em média, um sistema bem dimensionado pode fornecer energia de reserva por, no máximo, dois dias. 

É importante observar que a capacidade de armazenamento pode ser personalizada de acordo com as necessidades específicas, proporcionando flexibilidade para atender aos requisitos de energia de uma residência ou empresa. Essa duração também pode ser aprimorada com a evolução tecnológica, incluindo baterias mais eficientes e sistemas de gestão de energia avançados. 

Essa limitação das baterias, muitas vezes, é um motivador para se investir no sistema on-grid, uma vez que ele trabalha em conjunto com a rede convencional. Dessa forma, sua residência ou empresa poderá aproveitar os benefícios da energia solar, direcionando o excedente para o sistema público, contribuindo para a sustentabilidade e recebendo os créditos por isso. 

Energia solar: vantagens econômicas e ambientais

O sistema de armazenamento de energia solar é uma solução que traz muitos benefícios e pode ser aproveitada de formas diferentes, seja pelo sistema on-grid, seja pelo off-grid. Entender como se dá a geração de energia e as etapas posteriores é fundamental para que possamos usufruir ao máximo dessa solução como uma fonte confiável e sustentável de eletricidade. 

A energia solar pode transformar não apenas o aspecto financeiro do seu negócio, mas também o impacto ambiental. Se você deseja economizar e contribuir para um futuro mais verde, considere a implementação de um sistema de energia solar. Aproveite a leitura e entenda as melhores estratégias para reduzir a conta de luz da sua empresa. 

Artigos relacionados