Saiba a importância da mobilidade elétrica na descarbonização

Descubra como a mobilidade elétrica é crucial para a descarbonização e o combate às mudanças climáticas.

MOBILIDADE ELÉTRICA
Data de publicação: 07/12/2023

As emissões de gases decorrentes da atividade humana são a principal causa de desastres ambientais recentes, resultando em perdas significativas de vidas em todo o mundo. 

Nesse cenário, a descarbonização desempenha um papel crucial na mitigação das mudanças climáticas, promovendo a redução das emissões de dióxido de carbono. Mas você já parou para pensar sobre o impacto da mobilidade elétrica nesse contexto? 

Pensando nisso, nossa equipe de especialistas preparou um conteúdo abrangente que destaca a importância da mobilidade elétrica no processo de descarbonização. Continue com a gente e descubra o que é mobilidade elétrica e como ela impulsiona a descarbonização! 

O que é a transição energética e a descarbonização da economia?

As mudanças climáticas têm impactado a vida de milhares de pessoas ao redor do mundo. Nesse contexto, a descarbonização se apresenta como uma alternativa excepcional para o desenvolvimento econômico global de maneira sustentável.  

Para enfatizar a gravidade do impacto das mudanças climáticas, um estudo da Organização Meteorológica Mundial (OMM) aponta que há 50% de chances de a temperatura média global ultrapassar 1,5 °C até 2026. 

Esse dado sublinha a urgência do combate ao aquecimento global, provocado sobretudo pela queima de combustíveis fósseis, os quais emitem gases extremamente danosos ao planeta. 

Nesse cenário, destaca-se o papel crucial da transição energética. Em linhas gerais, ela pode ser caracterizada como a substituição progressiva da matriz energética baseada em combustíveis fósseis, altamente danosa ao meio ambiente, por fontes de energia renováveis.  

A descarbonização da economia, por sua vez, é um processo voltado para a redução geral das emissões de dióxido de carbono (CO₂), evoluindo para sua completa eliminação no futuro. 

Esse movimento é fundamental para a criação de empregos, a melhoria da qualidade do ar e, por conseguinte, o desenvolvimento socioeconômico na escala mundial. 

Agora que você tem mais familiaridade com os conceitos de transição energética e descarbonização, está na hora de conhecer as vantagens da descarbonização. 

Quais são as vantagens da descarbonização?

Não faltam dados para ressaltar a urgência da descarbonização no combate ao efeito estufa e aquecimento global. No ano de 2021, o Brasil emitiu 2,4 bilhões de toneladas brutas de gases de efeito estufa. 

Em um estudo publicado pela Rede Mundial de Atribuição, os pesquisadores afirmam que as ondas de calor extremo na América do Sul fora dos meses de verão teriam sido improváveis sem as mudanças climáticas causadas pela humanidade. 

Agora que enfatizamos a importância da descarbonização, vamos apresentar os principais benefícios de reduzir as emissões de carbono. 

Desaceleração das mudanças climáticas

Esse é, sem dúvida, o principal benefício, dado que a descarbonização é uma estratégia crucial para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, como o CO₂, responsáveis ​​pelas mudanças climáticas.  

Ao reduzir a dependência de combustíveis fósseis e adotar fontes de energia limpas e renováveis, como a solar, é possível diminuir significativamente a quantidade de gases de efeito estufa lançados na atmosfera, contribuindo para a desaceleração do aquecimento global e das mudanças climáticas. 

Melhoria da qualidade do ar

A queima de combustíveis fósseis é uma das principais fontes de poluição do ar, pois libera partículas finas e outras substâncias atmosféricas prejudiciais à saúde humana e ao meio ambiente.  

Ao promover a transição para fontes de energia mais limpas, a descarbonização do motor, por exemplo, contribui para a redução das emissões, resultando em uma melhoria significativa na qualidade do ar nas áreas urbanas. 

Promoção da saúde pública

A poluição do ar está diretamente relacionada a uma série de problemas de saúde, como doenças respiratórias, cardiovasculares e câncer.  

Ao reduzir a poluição do ar por meio da descarbonização, é possível diminuir a incidência dessas doenças e melhorar a saúde pública, aumentando a qualidade de vida das pessoas. 

Conservação da biodiversidade

As mudanças climáticas e a poluição atmosférica têm impactos negativos sobre a biodiversidade, afetando a distribuição e o comportamento de diversas espécies animais e vegetais.  

Ao reduzir as emissões de gases de carbono, a descarbonização auxilia na preservação de espécies ameaçadas e diminui o impacto sobre os fatores climáticos globais. 

Estímulo à inovação e criação de empregos

A transição para uma economia de baixo carbono demanda investimentos em tecnologias limpas e renováveis, o que estimula a inovação e a pesquisa em diversos setores.  

Além disso, a implementação de projetos de energia renovável, eficiência energética e mobilidade sustentável cria oportunidades de emprego, impulsionando o desenvolvimento econômico e social. 

Redução da dependência de combustíveis fósseis

A descarbonização diminui a dependência de combustíveis fósseis, reduzindo a vulnerabilidade a flutuações nos preços do petróleo e garantindo um suprimento de energia mais estável. 

Isso também fortalece a segurança energética e reduz a influência geopolítica associada ao petróleo e ao gás natural. 

Como a mobilidade elétrica incentiva a descarbonização?

A mobilidade elétrica é a aplicação da eletricidade como forma de propulsão de meios de transporte.  

Atualmente, o Brasil está entre os 10 maiores mercados automotivos no mundo, tendo combustível fóssil como principal fonte energética utilizada. Em 2018, 13% das emissões vieram da participação do setor de transportes, ressaltando a participação do setor automotivo nas emissões de CO₂. 

O papel fundamental da mobilidade elétrica para reduzir a pegada de carbono do planeta

Sabendo que a gasolina e o diesel são derivados do petróleo, você percebe a importância que a mobilidade elétrica apresenta no processo de descarbonização? 

Essencial para a descarbonização, a mobilidade elétrica diminui a emissão de dióxido de carbono e traz vantagens como: 

  • diminuição da poluição; 

  • utilização de tecnologias veiculares já existentes; 

  • redução da poluição sonora dos veículos; 

  • uso de baterias que têm ciclos de vida de até 15 anos. 

A contribuição crucial dos veículos elétricos para a descarbonização

Destacando o papel essencial dos veículos elétricos na redução das emissões de carbono, você sabia que, segundo um estudo do Conselho Internacional de Transporte Limpo, os ônibus de transporte coletivo movidos a eletricidade via bateria carregada externamente, ligados a uma rede de energia elétrica, emitem aproximadamente 85% menos poluentes do que os veículos a diesel? 

Assim sendo, os veículos elétricos, como carros e ônibus elétricos, surgem como uma opção sustentável frente aos veículos tradicionais movidos a combustíveis fósseis. Isso porque eles operam com base na eletricidade armazenada em baterias, que podem ser provenientes de várias fontes de energia. 

Além disso, durante o uso, os veículos elétricos não emitem dióxido de carbono (CO₂), desde que a eletricidade utilizada seja proveniente de fontes limpas e renováveis, como a energia solar, por exemplo. 

Em relação a como os carros elétricos funcionam, podemos destacar as seguintes categorias: 

  • Veículo Elétrico a Bateriaconhecidos como 100% elétricos, não têm motor a combustão interna e dependem exclusivamente da energia elétrica armazenada em baterias para propulsão; 

  • Veículo Elétrico Híbrido Plug-inos carros híbridos contam com um motor elétrico e um motor a combustão interna. A bateria pode ser carregada por meio de uma fonte externa (como um carregador doméstico ou público) ou por um motor gerador integrado ao veículo. 

Os veículos elétricos são uma solução sustentável e eficaz para a mobilidade, especialmente nas áreas urbanas. 

É evidente como a mobilidade elétrica contribui para a descarbonização, auxiliando na luta contra as mudanças climáticas e na melhoria da qualidade de vida das populações. 

Cabe ressaltar que as cidades inteligentes podem incentivar a adoção de veículos elétricos ao implementar uma infraestrutura de carregamento eficiente, oferecer incentivos financeiros para a aquisição desses veículos e integrá-los aos sistemas de transporte público eficazes. 

O futuro da mobilidade é elétrico

Chegamos ao final do nosso conteúdo. Agora você já sabe o que é descarbonização e pode perceber que a modalidade elétrica tem um papel fundamental nesse processo, além de fornecer muito mais competitividade às empresas ao mitigar custos operacionais e de manutenção. 

A EDP tem mais de 20 anos no setor de energia brasileiro, sendo pioneira na rede de carregadores ultrarrápidos da América do Sul. O nosso modelo de negócio personalizado oferece muito mais competitividade e rentabilidade para a sua empresa. 

O que está faltando para você adquirir independência e autonomia com energia limpa e acessível para abastecer os veículos da sua frota? Conheça as soluções em mobilidade elétrica que a EDP tem para o seu negócio agora mesmo! 

Artigos relacionados