Comercializador varejista e atacadista: o que são e diferenças

Veja diferenças entre o comercializador varejista e atacadista no Mercado Livre de Energia e descubra como a EDP garante mais eficiência energética e economia.

MERCADO LIVRE
Data de publicação: 23/05/2024

Decidir entre o mercado livre varejista e o mercado livre atacadista é um passo decisivo para empresas que buscam otimizar suas estratégias energéticas.

Ambas as modalidades oferecem caminhos diferenciados para a gestão de energia, com detalhes que podem influenciar significativamente o desempenho operacional e financeiro de uma organização.

Logo, conheça as diferenças fundamentais entre as modalidades varejista e atacadista e veja como alinhar suas necessidades de consumo com as oportunidades oferecidas pelo Mercado Livre de Energia!

Principais diferenças entre Modalidade Atacadista e Varejista

Quando se trata de escolher uma modalidade no Mercado Livre de Energia, as empresas se deparam com duas opções principais: atacadista e varejista.

Cada uma dessas modalidades possui características distintas que atendem a necessidades diferentes de consumo e gestão energética.

Modalidade Atacadista:

  • Associação direta com a CCEE: empresas que consomem grandes volumes de energia e que optam pela modalidade atacadista precisam se associar diretamente à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).
  • Gestão ativa: necessitam gerenciar ativamente suas próprias operações de compra e venda de energia, assumindo todas as responsabilidades financeiras e regulatórias que isso implica.
  • Maior autonomia: têm mais controle sobre as negociações de contratos, podendo obter preços potencialmente mais vantajosos ao negociar diretamente com os fornecedores.
  • Riscos e garantias: precisam aportar garantias financeiras e estão sujeitas a riscos de mercado, como a volatilidade dos preços de energia.
  • Tributação e relatórios: são responsáveis por cumprir com as obrigações tributárias e a emissão de relatórios fiscais em conformidade com as normas de cada estado.

Modalidade Varejista:

  • Intermediação pela comercializadora: consumidores varejistas compram energia por meio de uma comercializadora, que os representa junto à CCEE.
  • Simplicidade e comodidade: beneficiam-se de uma gestão menos complexa, com menor envolvimento nas operações e burocracias do mercado de energia.
  • Redução de barreiras administrativas: não precisam se preocupar diretamente com a adesão à CCEE nem com as garantias financeiras, pois essas responsabilidades recaem sobre o comercializador varejista.
  • Proteção contra volatilidade: têm menor exposição aos riscos do mercado de curto prazo, uma vez que o comercializador varejista lida com as flutuações e oferece um preço de energia mais estável.
  • Serviços adicionais: normalmente há serviços agregados — como gestão de contratos, relatórios de consumo e assistência regulatória.

Modalidade Atacadista no Mercado Livre de Energia

Na modalidade atacadista, a tributação segue o recolhimento específico de cada estado, e o relatório de tributos é emitido em nome do agente consumidor atacadista. O que implica em o consumidor atacadista estar atento às obrigações tributárias próprias do estado em que opera.

Penalidades por eventuais infrações ou descumprimento de regras regulatórias são aplicadas diretamente ao agente atacadista, exigindo que o consumidor atacadista tenha plena consciência e gestão sobre suas ações no mercado para evitar penalizações.

Caso haja inadimplência financeira, o agente atacadista pode ser desligado da CCEE, o que pode resultar em cortes no fornecimento de energia. Além disso, o consumidor atacadista pode ser responsável pelo rateio da inadimplência caso esteja em posição credora.

O agente atacadista é responsável por contribuições associativas à CCEE, pelo aporte de garantias financeiras, participação na liquidação financeira e por eventuais encargos.

Estas obrigações demandam um gerenciamento financeiro rigoroso e um entendimento aprofundado das regras de mercado.

Ele também deve assinar contratos de adesão com a CCEE, abrir uma conta bancária específica para a liquidação financeira (normalmente no Bradesco, que é a instituição financeira designada para este fim no Brasil) e participar ativamente das liquidações financeiras mensais.

Vantagens de se associar ao Mercado Livre de Energia

No MLE, as empresas têm vantagens que não apenas promovem uma gestão mais eficiente e econômica do consumo energético, mas também incentivam práticas sustentáveis. A transição para este modelo se destaca por permitir:

  • Escolha de fornecedores: liberdade para escolher entre diversos fornecedores de energia, possibilitando encontrar opções mais vantajosas que as do mercado cativo e alinhadas às necessidades específicas da empresa;
  • Negociação de contratos personalizados: capacidade de negociar diretamente com fornecedores os termos dos contratos, incluindo preços, volumes e prazos, adaptados às demandas e ao perfil de consumo da empresa.

Esses aspectos oferecem facilidade e controle sobre a gestão energética, permitindo às empresas:

  1. Otimizar custos: a negociação direta e a escolha de fornecedores habilitam as empresas a reduzir significativamente os gastos com energia, transformando custos fixos em variáveis mais adaptáveis às flutuações do mercado.
  2. Flexibilidade operacional: ajustar o consumo de energia com base na variação dos preços oferece a oportunidade de otimizar as operações, aproveitando os momentos de tarifas mais baixas para maximizar a eficiência energética e a economia.
  3. Incentivo à sustentabilidade: a liberdade de escolher fornecedores que utilizam fontes de energia renováveis e práticas sustentáveis estimula a responsabilidade ambiental e a inovação no setor, alinhando os objetivos empresariais com as metas de sustentabilidade global.

Apesar das demandas regulatórias e burocráticas, o mercado livre de energia se apresenta como uma opção estrategicamente vantajosa em comparação com o mercado cativo para empresas que buscam maior controle sobre seus custos energéticos, flexibilidade operacional e comprometimento com práticas sustentáveis.

Modalidade Varejista no Mercado Livre de Energia

Assim como na modalidade atacadista, a tributação na modalidade varejista segue o recolhimento de cada estado, mas o relatório é emitido em nome do agente varejista, ou seja, a comercializadora de energia.

As penalidades são aplicadas em nome da comercializadora varejista. Isso significa que a comercializadora assume as penalidades por infrações em nome de seus clientes, o que diminui a carga regulatória direta sobre os consumidores individuais.

Na modalidade varejista, a comercializadora varejista é responsável pelas obrigações financeiras. Em caso de descumprimento, isso pode levar ao desligamento do ativo representado, ou seja, o consumidor pode ter seu fornecimento de energia interrompido se a comercializadora não cumprir com suas responsabilidades financeiras.

As contribuições associativas, garantias financeiras, liquidação financeira e encargos são de responsabilidade do varejista.

Para o consumidor, que não precisa gerenciar diretamente essas questões, é uma das vantagens! Ideal para empresas que não desejam ou não têm a capacidade de gerenciar a complexidade da participação direta na CCEE.

O comercializador varejista gerencia todos os aspectos operacionais relacionados à CCEE em nome dos consumidores que representa, incluindo a assinatura de contratos e a gestão de garantias e liquidações financeiras.

O mercado livre varejista é ideal para PMEs, como padarias, startups de tecnologia e escritórios de serviços profissionais, que buscam simplificar sua gestão energética sem comprometer a eficiência.

 

Aspecto

Atacadista

Varejista

Tributação

Relatório emitido em nome do agente consumidor

Relatório emitido em nome do agente varejista

Penalidades

Aplicadas ao próprio agente

Aplicadas em nome da comercializadora varejista

Inadimplências

Desligamento da CCEE e cortes de energia possíveis

Desligamento do ativo representado em caso de descumprimento

Outras Responsabilidades

Contribuições, garantias e liquidações são nomeadas ao agente

A cargo do varejista

Soluções EDP modalidades varejista e atacadista

A EDP, consciente das necessidades distintas entre os consumidores varejistas e atacadistas, assim como das leis e regulamentações que precisam sempre ser atendidas, oferece soluções personalizadas para cada grupo.

Para o consumidor varejista:

A EDP fornece um serviço completo e facilitado para empresas que buscam economia na conta de energia sem alocar tempo e recursos com operações e burocracia do Mercado Livre de Energia:

  • Análise de viabilidade regulatória e financeira: a EDP conduz estudos aprofundados para garantir que a migração para o Mercado Livre seja vantajosa e cumpra com todos os requisitos regulatórios.
  • Gestão de contrato e migração: cuidamos de todo o processo de transição para o Mercado Livre, desde a assinatura do contrato até a modelagem na CCEE, assegurando uma implementação sem contratempos.
  • Flexibilidade de consumo: oferecemos "Flex de 30%" exclusivo, permitindo ajustes no consumo de energia com a venda do excedente e compensação do déficit até 30%.
  • Benefícios exclusivos: incluímos a isenção de encargos e bandeiras tarifárias, acesso a uma plataforma online para monitoramento do consumo e a garantia de que a energia utilizada é certificada e proveniente de fontes renováveis.

Para o consumidor atacadista:

Para empresas maiores, que consomem quantidades significativas de energia e se associam diretamente à CCEE, a EDP oferece um pacote de serviços que inclui:

  • Orientação personalizada: a EDP acompanha e orienta a empresa em todos os procedimentos necessários para a associação e operação dentro da CCEE.
  • Contratação personalizada: possibilidade de negociar contratos personalizados, permitindo gerenciamento flexível do consumo e controle de custos.
  • Sazonalização e SWAP: ajuste de contratos conforme previsão de consumo anual e possibilidade de troca da fonte de energia para otimização de custos.
  • Flexibilidade financeira: a EDP se adapta às necessidades financeiras do cliente, oferecendo flexibilidade na data de pagamento e suporte para paradas programadas.

Independentemente da modalidade escolhida, a EDP se destaca por oferecer soluções que reduzem os riscos operacionais e financeiros, assumindo a responsabilidade pelas complexidades do mercado.

Seja para o consumidor varejista, que busca uma abordagem simplificada e eficiente, ou para o consumidor atacadista, que deseja maximizar a economia e controlar seu perfil de consumo de energia, a EDP oferece um plano personalizado e eficiente.

Com a experiência e a infraestrutura da EDP, empresas de todos os tamanhos podem encontrar no Mercado Livre de Energia uma oportunidade de otimizar custos, melhorar a gestão energética e reforçar suas práticas de sustentabilidade.

Mude seu cenário energético com a EDP

Ao final, é claro que tanto o mercado livre varejista quanto o atacadista oferecem caminhos viáveis para o gerenciamento energético.

A EDP está preparada para orientar sua empresa em cada passo dessa jornada, seja você uma PME procurando simplificar o processo ou uma grande corporação buscando maior controle sobre seu consumo energético.

Conheça o mercado livre de energia atacadista da EDP, voltado para empresas de grande porte que querem economizar na conta de energia e ainda serem reconhecidas pelo compromisso com práticas sustentáveis. A EDP conta ainda com os serviços de mercado livre de energia varejista, uma opção mais simplificada e menos burocrática.

Com a EDP você encontra a solução que mais se adapta ao seu perfil e às necessidades da sua empresa!

Artigos relacionados